PATRIOTISMO

Hoje, quando estava no ônibus, voltando do colégio para casa, olhava pela janela e via edifícios, onde muitos apartamentos tinham a bandeira do Brasil na janela ou na varanda. Isso seria um motivo de alegria para mim, vendo o patriotismo das pessoas, o orgulho que elas têm em serem brasileiras. Porém, esse patriotismo também me fez refletir sobre uma coisa: esse orgulho todo não é comum. E, obviamente, o motivo de terem estendido as bandeiras é a aproximação da Copa do Mundo, que começa dentro de alguns dias. É meio que óbvio o motivo de sermos tão patriotas com a chegada da Copa do Mundo, afinal, o Brasil é a maior potência mundial quando o assunto é futebol. Somos respeitados por todos, temidos e o futebol é uma grande paixão nacional.
É claro que fico feliz com isso, eu sendo um grande fã de futebol, da nossa seleção e acho que está certo demonstrar esse orgulho em ser brasileiro com a proximidade da Copa. Mas o problema é: Por que não somos sempre assim? Não digo fazer festa, colocar bandeiras nas janelas, fazer grafites nas paredes que exaltam o Brasil, mas sim o ORGULHO em ser brasileiro. No nosso dia a dia, cansamos de ver o brasileiro sentindo vergonha de não ser considerado um país de primeiro mundo, de achar que tudo que vem de fora é melhor, mais bonito, e às vezes, paga até mais caro por certos produtos, apenas por saber que é exportado, achamos que falar inglês é mais “chique”, etc. O Brasil é o maior país da América Latina. Estamos entre as 10 maiores economias do mundo, somos o quinto país mais populoso, quinto país de maior extensão, somos ricos culturalmente, sediaremos uma Copa do Mundo pela segunda vez, enquanto países como Itália e Inglaterra sediaram apenas uma vez, seremos o primeiro país sul americano a sediar os Jogos Olímpicos, etc. Mas nós teimamos em desvalorizar nossos feitos, em achar que o que vem de fora é melhor. Achamos que os EUA e a Europa são paraísos de organização, onde saindo do Brasil encontraremos fortuna e vida de rei lá fora. Porém a realidade é cruel. Em países europeus onde há muita xenofobia (preconceito com estrangeiros) os brasileiros são tratados como lixo, conseguem empregos com mau pagamento, isso quando conseguem, e, muitas vezes, vivendo pior do que aqui, o que faz com que quem estava sonhando em sair do Brasil, volte correndo. Só tem boa vida lá fora, quem já tinha dinheiro antes de sair do país. Nós, pelo contrário, somos um povo acolhedor, recebemos bem os estrangeiros, os tratamos como reis, e parece que são sub celebridades. Acho que nós estamos certos em tratá-los bem, afinal isso demonstra educação e os faz se sentirem acolhidos, fazendo com que tenham vontade de voltar aqui depois, o que é ótimo para o turismo. Mas não há necessidade de tratá-los como superiores, apenas os tratando como iguais já é o suficiente. O problema do patriotismo americano, europeu, entre outros é confundir com desprezo das outras nações, o que simplesmente é ridículo. Nós estamos certos em saber reconhecer as qualidades dos outros países, mas gostaria que fôssemos mais patriotas no sentindo de amar o Brasil, amar ser brasileiro e principalmente NOS VALORIZAR EM RELAÇÃO AOS OUTROS.

4 Response to "PATRIOTISMO"

  1. Oi,escrevi há alguns meses uma reflexão também sobre o patriotismo, segue link

    http://meusolnaotempeneira.blogspot.com/2010/02/quem-aqui-e-patriota.html

    Se quiser me visitar no meu mundo será bem vindo
    abraços

    Também penso que brasileiro só é patriota durante a Copa do Mundo. Imagine brasileiro cantando o hino interinho? São poucos que realmente sabem e entendem a letra. Todos deveriam ter a bandeira em casa mesmo para mostrar o amor à nação.
    Quanto aos estrangeiros, é um complexo de inferioridade dos brasileiros. Isso é puramente cultural e pode ter origem pelo que vc mencionou _ nação de terceiro mundo e etc. Os pais devemeducar os filhos para serem mais patriotas e só assim esse quadro vai mudar um dia.

    Concordo, creio que a maioria dos brasileiros não tem uma bandeira do Brasil a mostra em sua casa, como muito estrangeiros tem. Tenho amigos chilenos, e na casa deles, vc encontra as bandeiras do país, assim como na casa de meu amigo de nova york.Isso deveria se tornar um hábito entre os brasileiros.

    Nossa, nunca tinha pensado em tal assunto. concordo totalmente..

Postar um comentário

Powered by Blogger