A OUTRA FACE DE MIM

Não costumo escrever muitas histórias. Mais relato minha opinião sobre os fatos do mundo, mas desta vez, vou publicar uma história que fiz. Era um trabalho de colégio no qual devia-se escrever uma crônica a partir da seguinte frase:

"Cada um de nós é vários, é muitos, é uma prolixidade de si mesmos. Por isso aquele que despreza o ambiente não é o mesmo que dele se alegra ou padece. Na vasta colônia do nosso ser há gente de muitas espécies, pensando e sentindo diferentemente". Boa leitura ;)

PS: Imagens meramente ilustrativas.
_______________________________________________________________
Arthur era um rapaz jovem, de 18 anos, cheio de sonhos e objetivos, um gênio, só tirava notas altas e sonhava em ser engenheiro químico. Não tinha amigos e vivia estudando para poder passar na faculdade. Jamais havia namorado ou saído para uma festa. Também era muito medroso, sempre evitava falar com certos rapazes mais fortes e sofria com humilhações que lhe faziam passar. Vivia sempre infeliz, porque apenas estudava na escola e chegava em casa para estudar mais e passava poucas horas na internet, mais para fazer pesquisas. Seus pais se orgulhavam bastante dele, mas ao mesmo tempo, estavam muito preocupados com a vida social de Arthur.
















Até que um dia, chegou uma aluna nova em sua escola: Mariana. Ela era uma garota bastante responsável, bonita, inteligente e carismática. Logo que chegou, conseguiu fazer diversas amizades, e já se tornara bastante popular. Arthur era de sua sala, mas nunca havia falado com ela.

Até que um professor de matemática encomendou um trabalho em dupla, sendo que as duplas seriam sorteadas (para evitar “panelinhas”). No sorteio Arthur e Mariana foram escolhidos para fazer o trabalho juntos. Ela o chamou para fazer o trabalho em sua casa. Ele concordou, mesmo nunca tendo ido à casa de uma garota.

Chegando o dia, ele chega a casa dela, e percebe que ela é uma garota de classe média, tendo uma casa muito bonita e organizada. Ao atendê-lo, ela o recebe com um beijo no rosto, o que o surpreende. Ele finge estar acostumado com a situação, mas por dentro estava bastante feliz e surpreso. Eles começam a estudar, a fazer as pesquisas e o trabalho em si.










Passam cerca de 2 horas nisso, até que ela, cansada de estudar, pede para darem um tempo e conversarem. Ele era muito reservado, por isso mais a ouve do que fala. Porém ela lhe faz perguntas constrangedoras, como por exemplo, se ele era virgem ou tinha namorada. Ele, timidamente, não responde, o que a deixa curiosa. Depois que Arthur volta para casa não para de pensar em Mariana e na conversa que tiveram. Ela fica curiosa e a partir daquele dia começa a andar mais com ele.
Dias depois, na escola, o trabalho já havia sido apresentado, e eles estão muito mais unidos, andam juntos nos intervalos e sentam perto um do outro na sala. Com ela, ele é muito mais solto, conversa com mais liberdade e se mostra um rapaz muito engraçado e descontraído. Porém, com os outros continua sendo tímido e reprimido. A afeição que ele sente por ela começa a se transformar em paixão, e ele já não consegue se afastar dela. Porém, ela continua com sua vida social no colégio e com certo tempo acaba arranjando um namorado, um dos populares fortões do qual ele sentia medo. Arthur fica muito decepcionado, mas evita demonstrar isso perto dela. Por dentro sentia bastante raiva do namorado dela e pensava em como poderia evitar isso, ao mesmo tempo em que se conformava de que nunca a teria.
Ele, então decide se afastar dela, para evitar seu sofrimento. Ela, com os dias, percebe sua mudança, e pergunta o que está acontecendo. Ele, que antes era sempre sincero com ela, mente, dizendo que por causa dela, suas notas estavam caindo e que ele precisava estudar. Ela fica realmente triste com o que escuta e fala que se era melhor assim, que entendia seu afastamento, pois o amava e queria seu bem. Ele realmente fica muito triste com a mentira que contou, mas evita falar a verdade.





















Mariana sempre demonstrava estar feliz com seu namorado e com os amigos ao redor, mas sentia falta de Arthur, e se perguntava por que estava sentindo um vazio, mesmo estando rodeada de amor de amigos e parentes. Então começa a ser um pouco mais fria com seu namorado, pois não estava bem. Ele, incompreensível, quer saber o que está acontecendo, e que ela devia voltar a ser como antes. Ela fala que não conseguia mais e fala que queria terminar o namoro.















Ele não aceita e diz que não vai deixar de namorá-la e que, se fosse por causa de outro cara, que ela não ia ficar junto dele, pois ele não iria permitir. Ela se sente intimidada e se vê sem saída, o que a faz procurar Arthur. Ele, sabendo da situação, cria coragem e diz a ela o real motivo pelo qual havia se afastado: porque a amava e não queria sofrer vendo ela junto de outro cara. Ela diz que esse tempo em que ficaram afastados a fez refletir e ver que ela também gostava dele. Eles então ficam juntos. Mas ela fica preocupada, pois não sabe como eles farão para que o ex-namorado dela não os perturbe.











Ele, então, chega ao ex dela e cria coragem. Fala que não tem mais medo dele, pois, por Mariana aprendeu a ser uma pessoa melhor, mais solta, e que não teria medo de expor o que pensa e o que sente. E diz que não seria ele, nem ninguém que o afastaria dela. Ambos começam então uma briga, Arthur era fraco e não sabia lutar, mas estava aguentando firme. Já o ex de Mariana não estava apanhando, mas era desleal, então pega um canivete que levava consigo e corta Arthur, por sorte pegando em seu braço. A direção, depois de sabendo o que aconteceu, expulsa o rapaz da escola, e Arthur depois de um tempo se recupera.



















Arthur e Mariana ficam juntos, ele agora consegue muito mais amigos, fica muito mais feliz pessoalmente e ainda estuda, agora com mais moderação. Chegando no fim do ano, passa para uma excelente universidade e percebe que antes de se focar exclusivamente aos estudos, eles deveria se focar na sua felicidade pessoal, pois sem ela, ele jamais chegaria a lugar nenhum. Mariana ajudou Arthur a encontrar suas outras faces, faces mais corajosas, mais desafiadoras e que o fizeram um rapaz muito mais feliz.


76 Response to "A OUTRA FACE DE MIM"

  1. Laiane says:

    Cê tem talento, garoto!!!
    Ontem uma amiga disse que eu devia publicar um livro, gostei do reconhecimento (sim, eu escrevo bem!). Mas confesso que não tinha essa pretensão... e vc? pensa nisso. Bom texto, esse; tem muito tempo que cê fez? me corrija se eu estiver errada, mas se fosse escrever outro do mesmo estilo hoje, faria essa construção? quem sabe maturar um pouquinho? e até tirar essa coisa do "e viveram felizes para sempre" dos contos de fadas, não que eu não curta contos de fadas, ao contrário, gosto sim. Bacana a profissão que cê quer seguir... é por aí. =D

    Espero vc no http://um-dedinho-de-prosa.blogspot.com/

    Leon says:

    Obrigado :)
    Mas fiz essa história recentemente (sexta passada). Sim, está muito "viveram felizes para sempre", mas essa é a ideia, pois, infelizmente o padrão hoje em dia é o fim terminar com tragédia, então ando meio que na contra mão ;)

    muito boa essa história
    baseada na sua vida?

    Eu simplismente adorei, de verdade, fiquei simplismente pensando na minha vida, nas coisas que me aconteceram.
    Meus Parabéns de verdade.
      
    - blog: www.livrospelacasa.blogspot.com

    Giovan says:

    caraca velho...posta textos menores ...ou entao escreve um livro.....abraço

    http://ahistoriacomoelafoi.zip.net/

    gostei
    muito bem escrito
    so acho q devia ter feito em parte
    mais ta da hora
    gostei mais do finalzinho
    xD

    Pontes says:

    Eu jurava que ele morreria hahahahaha

    No mundo que vivemos hoje, precisamos de "felizes para sempre", mesmo que só na ficção, como neste seu texto.

    Gostei!

    Abraços
    Adilson
    http://ceucaindo.blogspot.com/

    Belo textão hein!

    ficou mt boa a historia, mt criatividade e talento em escrever! parabens

    Bom texto, um pouco extenso mais consegui ler rsrs.. você fez pra escola? e realmente hoje em dia muitas histórias acabam com o final triste, gosto dos dois tipos mais com final feliz é mais legal..

    lindo texto, otimo blog.
    bjos

    Raah says:

    Belo texto..

    Qdo estava lendo, pensei q o texto não tinha nada a ver com a frase... depois reparei que, com a Mariana,, o Arthur mostrou o seu outro jeito de ser.

    Parabéns!

    sonhoparecedeverdade.blogspot.com/

    Bela Historia

    é baseada em fatos reais??

    é dificil resumir um pouco de nosssa historia em uma pagina de internet.. mas vc fez com destreza
    Parabens

    http://italoopensador.blogspot.com/

    xD

    Uau.. além de muito bem escrito.
    A história é fantástica...
    Romance, ação, vida!
    Maravilha!
    ;D

    Super.L says:

    Put's Cara e vc que escreve tudo isso?

    Mut bom ^^

    Ficou boa sua crônica.
    Bem o estilo de filmes escolares americanos.
    Como sempre, para nossa felicidade o garoto fica com a menina....
    Parabéns. Sucesso ai com o blog
    http://jovemandrade.blogspot.com/

    Ai...muito felizinho esse final, queria que algum dois dois tivesse se fodido, daria mais veracidade a história XD

    DE qualquer jeito tá legal, só não entendi muito bem a relação com o tema, mas tuds bem.

    mariah g. says:

    Ta precisando melhorar o português.
    " Mais relato minha opinião sobre ..."
    Convenhamos, trocar o "mas" pelo "mais" é inaceitável.

    Mas de resto, ta bom. :D

    Rafael says:

    Mariah. O "mais" está correto. Foi no sentido de "Comento mais sobre" e não de "porém"

    Anônimo says:

    Sinceramente? O texto tá muito meloso. A forma como retratou-se do bullying nas escolas foi muito superficial. Acho que você consegue melhorar, colocar diálogos e tirar as imagens, descrevendo mais dealhadamente tudo, como um conto, não um simples relao. Mas ficou bom, no geral. Parabén pelo blog!

    Pedro Sombra
    http://coolercheio.blogspot.com/

    Rafael says:

    Vlw Pedro. Só não fiz assim, pq o post ja está muito grande, se fosse detalhar seria enorme. Mas críticas construtivas como essa são muito consideradas. Vlw

    Belo blog :)

    Amanda ; says:

    linda história, sem muitos detalhes, mas com muito sentimento. Muito bom!
    http://pingodegloss.blogspot.com/

    Anônimo says:

    PROMOÇÃO! PARTICIPE!
    NOVO POST.
    http://tafaltandoar.blogspot.com/
    =============================================
    PROMOÇÃO, PARTICIPE AGORA!
    http://tafaltandoar.blogspot.com/p/promocaozinha.html

    Erzsébet says:

    Não sou tão fã de romantismo, mas o texto está mto bom... A história focou inspiradora...^^

    Parabens pelo blog...

    Flaemmchen

    Brunosh says:

    emocionante a história... Só acho que tem que dividir mais o texto, por que texto grande fica chato de ler... só uma sugestão =p

    Gostei da forma que vc escreve!otima historia!!

    Belo texto, parabéns!

    A vida pessoa é importante também, esse tal de sentimento muita vezes completa a pessoa e no caso do arthur ele era meio vazio pelo fato de só estudar né.

    Mas foi legal é que a menina mudou a vida dele, e isso é o que importa em uma pessoa. Fazer a diferença.

    curti !

    Adorei, fui totalmente envolvido pela história. A verdade é que algumas pessoas entram nas nossas vidas para transformar, e quando é para o bem isso é renovador.

    Parabéns!
    www.todososouvidos.blogspot.com

    Achei interessante a missão e cartilha para os leitores, texto longo com vários assuntos, hum continue postando achei pequeno o conteúdo, mas o blog deve ser novo... positiva a avaliação a primeira visita...

    Xoxoteson says:

    Boa história , vocÊ está escolhendo a carreira certa.

    se puder

    http://xoxoteson.blogspot.com/

    MÄD says:

    parabéns, você escreve muito bem! :)

    Parabéns, você tem jeito com as palavras, daria um belo jornalista
    beijos

    Otimo Texto!
    Parabéns..

    http://inteligencia-digitalx6x.blogspot.com

    realmnt aqui tem otimos texto
    so q devia posta mais
    ^^

    Ay says:

    Eu gostei.
    Uma leitura simples e pouco cansativa. Tb gostei do transcurso da crônica e o final, o clichê " final feliz".

    Eu gostei sim. Escreve muito bem !
    Bjs e sucesso!

    Pensei que ele não teria coragem de contar pra ela que está apaixonado.
    Eu adoro finais felizes! Chega de desgraça até nas crônicas!

    finais felizes são puros, são emocionantes, curti a historia :)

    smalltrue.blogspot.com

    Sucesso no amor, azar no jogo. Será que não devia existir alguma lei da física que pudesse atrair o amor junto com a realização pessoal, é porque se doar a outra pessoa e se esquecer? Hm, nem é pra mim.

    Dani says:

    que bonitinho! *-*

    Bruna says:

    linda crônica a partir de uma frase complexa e marcante! lindo, desde o início até o desfecho *-*

    Muito legal essa história!
    To seguindo,segui tambem?

    Sâmela says:

    Já li metade
    vou ter que sair agora, mas to seguindo, mais tarde volto pra acabar de ler.

    Boa apresentação.

    the_k says:

    Cara você só precisa melhorar a formatação do texto!

    Marcela says:

    Olá Rafael, que bela história!

    Certamente há muitos de nós em nós mesmo, há pessoas que talvez nem chegamos a conhecer em nós, isto dependerá das condições em que vivemos num momento determinante. Arthur e Mariana, conseguiram estar unidos por um mesmo ideal, mas neste status quo, as coisas não são bem um mundo cor de rosa, não é? Sim, é uma pena.

    Gostei bastante da sua propriedade de argumentação, entretanto, na blogsfera existem 'n' fatores para possíveis caloteiros, e isto independe da qualidade do contexto do blog, seria interessante, postar aos poucos uma história com esta dimensão, talvez teria um resultado de leitores mais interessados.

    Se quiser e puder:

    http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

    ja penso e manda p/ uma editora a historia?

    e aí, cara. a primeira coisa pra ser um bom jornalista tu já tem, que é escrever bem. manda ver, garoto!

    abraço

    Gostei bastante do texto.. hoje finais felizes é tão difícil né.. pelo menos a gente pode viajar um pouco nas historias.. e esquecer um pouco que a vida real é muito mais complexa.. mais gostei.. parabéns Leon :D

    beijão! ;*

    Olá desculpa a demora do comentário, estava lendo. hehe.
    Quando alguém especial entra em nossa vida com certeza isso nos transforma. Parabéns pelo texto e pelo blog. Abraço.

    Artie says:

    que historia bonita...vc conseguiu me prender do começo ao fim
    pode parecer uma história utópica, mas no final das contas...é o que todos nos desejamos né.
    parabens

    gostei
    mas uma dica..
    textos menores são melhores de ler =)
    ou em partes^^

    RehSantos says:

    Sinceramente não é a toa esses monte de comentarios..
    tu escreve mto bem,expressa muito bem, a colocação das palavras bem feita..
    bom não sei se tu passou no blog..
    mas faço historia em quadrinhos..(fora os desenhos normais rs) e se quiser sei lá, armar um roteiro maneiro, e eu no traço, ficaria bem legal.. e seria um projeto sério, para mandar para editora e tals..enfim, muiito maneiro..
    caso queira escrever um roteiro bacana,

    add no msn
    santosreh@hotmail.com
    e conversamos.

    Abraços cara
    e Sucesso
    Esse é um dos pokissimos textos longos que parei para ler, pelo ótimo conteudo

    Muito bom..XDD!

    Excelente história, dá pra você escrever um livro.
    Sucesso com o blog!

    Leoo says:

    blog meio feminino
    mas interesante

    Quer saber? Seu teto é um absurdo de ruim.
    Ruim pra quem não tem bom gosto!
    Você tem muito talento!
    Parabéns pelo blog!

    http://louiseorodrigues.blogspot.com
    (o meu)

    Maravilhosa crônica a partir de uma frase complexa e marcante!
    Linda do inicio ao fim...

    Queiixo says:

    Muito bom cara parabéens!!

    Visita ai: http://cleidisonsantos.blogspot.com/

    Vc é fera...tá de parabéns....lindo texto

    Beijos

    Porque antes de tudo psicopatas são segredos, e eu gosto de segredos.

    greg says:

    nossa cara, de uma frase fazer um texto tão completo, mto bom, abraço!!
    http://naosentindo.blogspot.com/

    muito boa essa história

    Pedro says:

    Não leio mais pra comentar aqui.

    Ruim.

    Pedro says:

    Wooooooooooooooooooow

    diogo says:

    bela história, sem fui fã decronicas, e vc sabe o uanto curto seu blog

    História muito boa, mas longa demais para um Blog... de qualquer forma, você tirou leite de pedra, já que a frase "inspiradora" não diz muita coisa e, ao meu ver, é meio confusa... abraços!!

    lili says:

    Parabens pelo blog, gostei mt apesar de ser bem longo o post bjj.

    Parabéns Leon vc tem muito talento...
    Você poderia até escrever um livro, quem sabe né???
    Seu blog tá massa e pense nisso!!!

    O texto é bem estruturado e apresentado um pouco longo mas, eu tb escrevo pelos "cotovelos".

    um ótimo texto, bem escrito e com os elementos que cultivam nossa vontade de continuar a ler mais e mais, gostei mesmo

    http://bonecozumbie.blogspot.com

    Gui says:

    No mundo que vivemos hoje, precisamos de "felizes para sempre", mesmo que só na ficção, como neste seu texto. ²

    muito bem escrito,
    romance lindo,
    De uma pequena frase, um post tão lindo. parabéns mesmo.

    (:

    olha li o post todo e achei bem cativante, um otimo texto, vc tem geito pra coisa! haha

    Se quiser seguir ou comentar:
    http://zeruellas.blogspot.com/

    Anônimo says:

    Ao contrário dos comentários anteriores, repletos de elogios, devo dizer que o seu texto é extremamente fraco.
    Primeiro de tudo, você não fez uma crônica. Em segundo lugar, a história é absurdamente comum, sem um ínfimo traço de criatividade. E mais importante: sua linguagem é demasiadamente fria, digna de um texto argumentativo e muitíssimo distante do reino literário.
    Portanto, não se iluda, seu caminho não é a escrita de histórias. Continue pensando em fazer jornalismo e você se sairá muito melhor.

Postar um comentário

Powered by Blogger