COMO SERÁ MEU FIM? Parte 4


A quarta de sete partes da história de Alexandre. Boa leitura.



Último trecho da parte anterior:


"Toda a admiração que ele tinha se acabou e ele não aguentava sequer olhar para o rosto dela, gemendo de prazer. Ele sai correndo, com a certeza de que nunca mais iria voltar para aquela casa e nunca mais iria retornar a ver Camila."



PS: Imagens meramente ilustrativas.


___________________________________________________


Ele estava cansado de tanta decepção, então fala que iria mudar. Estava determinado quanto a isso. E foi procurar um emprego. Contudo, sempre que se oferecia a ocupar algum cargo, era rejeitado, pela pouca idade e pelas roupas pobres e sujas. Acabou conseguindo ser ajudante de pedreiro e recebia R$3,50 à hora, trabalhando 10 horas por dia. Era o dinheiro apenas para comprar sua comida, e ele dormia perto de onde trabalhava, até para não se atrasar. Ele comia rápido, então aproveitava os poucos minutos diários que tinha para ler um livro que havia comprado em um “sebo” pela cidade.
Um dia, um empresário que estava checando as obras do prédio que Alexandre estava ajudando a construir, vê o menino lendo o livro e fala com o supervisor da obra sobre isso. O supervisor, furioso, grita com o menino, o mandando voltar ao trabalho. Alexandre guardou o livro cuidadosamente e voltou a trabalhar. O empresário, curioso com a situação, pergunta ao menino se ele sabia ler. Ele responde que sim, e que adorava, por sinal. Ele pediu para que parasse ali e lesse uma parte do livro. Alexandre lê com perfeição cerca de duas páginas. O empresário, então, surpreso com a capacidade de leitura de um menino como aquele, diz que ali não era seu lugar e que o levaria para a escola. O garoto agradece, mas diz que gostaria de crescer na vida com seu próprio suor. O empresário não aceitava um “não” como resposta e insistiu, fazendo com que Alexandre acabasse aceitando.
Ele foi levado para a casa do empresário, onde recebeu comida, roupas de marca e uma vaga em uma escola particular. Levou muitos anos estudando, e apesar de sua qualidade de vida ter melhorado bastante, ele continuava sem sentir o amor que nunca teve de ninguém. Vivia da piedade do empresário, que muitas vezes, estressado com o trabalho dizia que não valia a pena todo o esforço que fazia para Alexandre ter um futuro. Ele reprimia isso, afinal, se fosse embora, teria perdido tudo aquilo e novamente não teria expectativas de vida. Depois de anos de estudo, ele fez o vestibular para letras em uma das melhores faculdades públicas do estado e conseguiu passar. Fez durante três anos e nesse meio período namorou duas garotas, mas ainda assim nunca se sentiu amado de fato.
Após se formar, com 25 anos, começou a carreira de escritor. Criou o livro “A depressão que me consome” e foi um sucesso. Milhares de vendas e muito dinheiro. Alexandre se tornou independente. Comprou uma casa e continuou sua carreira, e a cada livro novo vendendo mais do que o anterior. Às vezes, ele fazia continuações de antigos livros onde o protagonista morria, mas algum coadjuvante tinha um final feliz. Então, Alexandre continuava a história do antigo coadjuvante e agora novo protagonista, onde seu final também terminava de forma ruim. Ele nunca viu o lado belo da vida, o olhar para frente e continuar sonhando.




Continua...

27 Response to "COMO SERÁ MEU FIM? Parte 4"

  1. Kamila says:

    Lindo! *-*
    Amei o jeito que você usa as palavras.

    :)

    Gabriela says:

    muito boa a história, gostei

    Excelente texto. Muito criativo, bem escrito, retratando os sentimentos. Parabéns

    Olá Rafael! =]
    mtoo bom!! hehe
    estou adorando
    hehe
    bjos
    Leticia

    http://novalexandrianet.blogspot.com

    Acho bastante curioso o fato dos grandes escritores, em sua maioria, serem infelizes na sua vida de alguma forma.
    Sem falar é claro que seu texto mostra como a leitura pode mudar vidas !

    Continue assim, ta mto bom!

    Você tem uma maneira de escrever muito parecida com a minha, quando eu tinha ânimo para escrever...
    Tenho uma história um pouco parecida com a do protagonista citado na história, é triste amar uma mulher como aquela, alias, é por isso que odeio as mulheres, não sou gay mas elas traumatizaram em muito minha vida até hoje, eu procuro me distanciar o máximo delas, sei que elas não tem coração nem sentimentos, são falsas, frias e gostam de tudo que é errado. E quando você acha que achou seu amor ela está numa cama fazendo uma orgia.
    Alias ultimamente não procuro conhecer mais ninguém.

    Parábens pelo blog,
    Se der da uma passada no meu, talvez você até goste.
    Um abraço,

    DanielVB says:

    Tenso!
    =/

    Karen says:

    Uauuuu! mto bom! parabéns!!!!

    Pedro says:

    Aguardando a continuação.

    Kimi says:

    mel *O* muito bom *OOOOOOO*

    Seu blog ganhou um selo do Nova Alexandria!

    =]

    passe la no blog pegas o selo
    http://novalexandrianet.blogspot.com

    DalmirJr says:

    Gostei muito do blogg nota 100!

    ótima idéia de blog..
    e a historia é mtu boa, parabéns... quero continuaçãooooooo

    Excelente.Com os seus textos da pra fazer um livro.Já pensou?Se não, pense, porque é sucesso garantido.

    imarty says:

    cara me desculpe mas eu odeio textos longos velho, aqui em casa tem mt barulho, nao consigo ler uma frase disso

    diogo says:

    realmente gostei da sua ideia de escrever histórias, ja que mostra que além de escrever bom textos discursivos sobre assuntos polêmico, você também é capaz de escrever ficção
    parabéns!

    imarty says:

    depois eu tento ler com mais calma, meu pai ta vendo jogo aqui e ta alto

    S´[o pq falei que seria o último blog pra eu ir dormir...agora esotu curiosa..mas a gripe não me deixa no momento então voltarei com mais calma e mais concventrada, mas já vlw pra conseguir uma seguidora...XOXO

    Bem interessante.
    Pensamento bacana.

    Cara bastante interessante .. parabens

    BParabéns, brother.... vc escreve muito bem!

    (Seguindo..)

    Pelo menos ele conseguiu ter uma vida financeira estável. Mas nossa vida não é nada sem amor. Eu acredito que logo o amor vai aparecer.

    Rochafc says:

    cara uma das coisas boas desta estoria e que o personagem tem o meu nome

    A vida pode nos levar a grandes surpresas e rumos inesperados.. Mas as escolhas são nossas.
    Muito bom!
    :D

    Pontes says:

    Tá ficando muito interessante o texto, mas esqueci de ler a parte 3. O farei em breve.

    cara confesso que voltarei a qui pra ler a outra parte essa ficou muio boa

    http://adolescente-antenado.blogspot.com/

Postar um comentário

Powered by Blogger