COMO SERÁ MEU FIM? Parte 5

Mais uma parte da história de Alexandre, agora perto de seu desfecho.

Confira o último trecho da parte anterior.

"Criou o livro “A depressão que me consome” e foi um sucesso. Milhares de vendas e muito dinheiro. Alexandre se tornou independente. Comprou uma casa e continuou sua carreira, e a cada livro novo vendendo mais do que o anterior. Às vezes, ele fazia continuações de antigos livros onde o protagonista morria, mas algum coadjuvante tinha um final feliz. Então, Alexandre continuava a história do antigo coadjuvante e agora novo protagonista, onde seu final também terminava de forma ruim. Ele nunca viu o lado belo da vida, o olhar para frente e continuar sonhando."



PS: Imagens meramente ilustrativas.

________________________________________________

Financeiramente, ele era realizado, nada mais lhe faltava, mas ele continuava infeliz. Praticamente não tinha amigos, e os poucos que tinha eram na verdade fãs interessados em seu dinheiro. E ele tinha consciência disso. Cansado desta situação, em suas férias, decidiu viver novas experiências. Foi viajar para a Europa, mais precisamente para a Inglaterra. Conheceu pontos turísticos, saía todo dia e escrevia em uma espécie de diário tudo que vivia naqueles dias. Ele até gostava de lá, mas se sentia solitário. Lá na Inglaterra teve a ideia para um novo livro. De um viajante atrás de novas aventuras e que se apaixonava por uma arqueóloga inglesa no Egito. Ele já tinha a ideia do final, onde o rapaz morreria perdido dentro de uma das pirâmides. Estava construindo o desenvolvimento ainda, mas não tinha ideias de como ele conheceria a arqueóloga. Então foi para uma lanchonete tomar um café e ver se pensava em algo. Lá, ele se admirou com a beleza de uma garçonete, que aparentava ter uns 25 anos, muito bonita e que lembrava demais a única mulher que ele amou: Camila. Ele sabia falar inglês fluentemente e pergunta à garçonete seu nome, ela responde: Emily. Ele estava encantado com ela, porém não queria se iludir novamente, então apenas paga a conta e sai admirado e pensando em voltar lá no dia seguinte. A beleza de Emily o encantou a tal ponto que, em sua história, começou a escrever com mais felicidade, dando momentos mais felizes ao personagem, como mais tempo junto com seu amor. Mas, sua característica ia prevalecer. No dia seguinte, ele voltou lá, e ficou o tempo todo admirando a garçonete, que era um pouco desastrada e derrubava algumas coisas, às vezes. Alexandre estava com seu notebook na cafeteria, então ficava o dia inteiro lá, dizendo que estava ali para escrever sua história. Ele realmente fazia isso, mas o real motivo era ver Emily. Sua admiração era tanta que descrevia perfeitamente as características de Emily na arqueóloga de sua história, até mesmo o fato de ser um pouco atrapalhada. Alexandre convida Emily a ler um trecho de sua história (usando um tradutor) e pergunta o que ela achava. Ela fica admirada com a história e diz que queria saber mais sobre isso. Ele, então, a chama para sair, assim ele explicaria melhor sobre sua profissão e suas histórias. Ela aceita, já que estava admirada com a beleza da história que ele estava escrevendo. No jantar, quando ele lê a parte que descreve a arqueóloga (inclusive onde ele dizia que era uma das mulheres mais lindas que já existira), Emily comenta onde ele achou inspiração para tais descrições. Alexandre é sincero e diz que vinha dela. Emily agradece, um pouco constrangida, e começa a se interessar mais pelo escritor. Após o jantar, ele a leva para casa, com eles caminhando enquanto conversavam. A cada palavra que ele dizia Emily ficava mais admirada com Alexandre. E ele, pela primeira vez, desde que havia conhecido Camila, tinha esperanças de que poderia ser feliz. Depois de três dias em que ele foi visitá-la na lanchonete, ela pergunta o que o faz ser um cliente tão fiel. Ele diz que porque em nenhum outro lugar do mundo, encontraria alguém como ela. Ela começa a se apaixonar por ele, e ele já não conseguia mais ficar sem vê-la. Depois de um tempo começam a namorar. Alexandre sentiu algo que nunca havia sentido na vida: estava se sentindo amado. O amor de Emily era tanto que o escritor estava estendendo mais sua história, a mais feliz que ele já criara. Porém, suas férias estavam terminando, já que a editora havia dado um prazo de entrega. E ele precisava assinar certos documentos, e que só poderiam ser feitos no Brasil.

Continua...

17 Response to "COMO SERÁ MEU FIM? Parte 5"

  1. Pra ser sincero não li tudo, mas o que li gostei bastante.
    Vc tem um talento inato!
    Parabéns

    Bruno R. says:

    vou ler todas as partes, logo faço um comentario sobre minha opinião a respeito!

    Nossa! Será que este final será feliz? Ainda faltam 2 partes e... sei não...
    Será que ele vai se casar com a Emily e mudar o final do livro? Pensei nisso enquanto estava lendo.
    É esperar pra ver, ou melhor, ler.

    olá Rafa!
    ta ficando boa a historia!! =] hehe
    sera q agora ele vai ser feliz?
    rs
    ah gostei do novo fundo do blog
    =]
    bjos
    leticia

    http://novalexandrialp.blogspot.com
    atualizado ontem! =]

    Vou procurar ler as outras partes, para me inteirar, prometo que depois posto minha opinião .. (:

    vou ler as outras partes pra entender melhor !

    acesse: http://adolescente-antenado.blogspot.com/

    Sâmela says:

    eu li a parte 1 e gostei muito, agora eu vou ler as outras.

    Braccini says:

    Interessado em troca de banner?
    Futebol – Paixão e Profissão
    Abraços!

    Anônimo says:

    veio se eu falar que eu li tudo eu estaria mentindo mais dei uma olhada e gostei bastante

    http://brazilian-hacker.blogspot.com/

    Beatriz says:

    aah eu li tudiinho, não vejo a hora de ler o resto, vc é mto bom nisso, adorei.
    Aguardando parte 06 (:

    Juliana says:

    Olááá!!!
    olha eu aqui de novo!!!

    te indiquei pro selo **este blog é um charme** Olha la no meu!!!

    parabéns!!

    Bjoks da Júh!

    A trama a cada trecho melhor se desenrola!
    Adorei o novo visual daqui...
    Ficou ótimo!

    Retribuindo muito bom o texto...

    parabéns....

    Adorei a história! Um escritor escrevendo sobre um escritor :D
    Acho que a moça da lanchonete fará um novo final para o livro; se ele for relacionado com a realidade do escritor. Ou não? :~
    *Sua história é bem envolvente, escreve bem :}

    G+ says:

    Li um pedaço e pelo que vi, adorei ! Vou ler as outras partes depois com mais calma ! Adorei seu blog. Seguindo...
    Abraços !

    Depois, quando puder, dê uma visita no meu blog ! Se gostar, siga-nos ! Te espero lá ! :D
    www.gabrieltododia.blogspot.com

    passei por aqui em outras vezes em q tu escrevia esse texto, q bom q persistiu! já tinha os textos prontos ou foi criando com o tempo? té!

    Kah says:

    Tomara que ele dê certo coma Emily. Nada como uma boa inspiração para um livro... ;D

Postar um comentário

Powered by Blogger